quinta-feira, 5 de março de 2009

Workshop_Advanced Architectural Studio Wet/Dry_USA

Advanced Architectural Studio (Wet/Dry)
N. Wiedemann L. Kimball UT Austin
Rammed Earth Construction of Bench

















Inserido na Disciplina / Workshop “Advanced Architectural Studio (Wet/Dry)”, um grupo de 12 estudantes da Universidade do Texas projectaram e construíram um banco de jardim em taipa, no espaço do pátio do Goldsmith Hall. O objectivo do workshop, para além de introduzir de modo prático a técnica e o material, é explorar e entender a natureza dos materiais em resposta às particularidades da envolvente.

Esta foi uma de três aulas de investigação ministradas por Lou Kimball [BArch. '88] e por Nichole Wiedemann que paralelamente a outros projectos como o The Big Thicket National Preserve e o Nature Conservancy Davis Mountains Project pretendem revelar o impacto que o ambiente pode ter em todos os aspectos do projecto, e em especial nos materiais.
O apoio técnico à construção foi dado por Shane Holt da empresa Terra Castillo Builders, especialistas em construção com terra, e os jovens e orgulhosos taipeiros/construtores foram o Aaron Albright, Greg Arcangeli, David Bowers, David Branch, Sandy Ewen, Jeff Fain, Sam Gelfand, Dan Hernandez, Liz Jackson, Nik Koenig, Albert Palacios e a Marina Stoynova.
E pensar que é possível nas Universidades reduzir as longas e sonolentas aulas teóricas trocando-as por construção prática com materiais naturais como a terra...quem diria...

Todas as fotografias e desenhos no post são da autoria de dlytleb

Mais fotografias que documentam esta aula/workshop de construção são possiveis encontrar aqui.

1 comentário:

Arq. Paulo Ortiz disse...

Lindo trabalho!
É sempre motivo de empolgação vermos que aos poucos a Arquitetura em Terra vai ocupando espaços importantes.
Uma observação apenas.
Nossa técnica de edificações em Taipa de pilão aparente, desenvolvidas e aplicadas no CEPA, têm os cantos vivos (ponto frágil) "quebrados" por meio de cantoneiras inseridas nas formas. Assim, os cantos vivos ficam mais preservados de acidentes.